Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

de costas pr'ó mar

por Mariana Sofia

por Mariana Sofia

de costas pr'ó mar

24
Fev17

#3 conversas de autocarro | "se tiver a chover, nem sequer vai"

MariSofia

Sempre quis ter um animal de estimação. Um cão. Daqueles pequeninos. Moro num apartamento e tenho a noção de que os animais precisam do mínimo de espaço e condições. Eu já tenho tudo planeado na minha cabeça. Aliás, como quase tudo. Só dependerá dos recursos financeiros e do sitio para onde vá morar. Enquanto viver com os meus pais, nunca vou ter um cão. O meu pai não quer. Eu percebo porquê. 

23d64b1265c3ad1e64b27392f863f69c.jpg

E, por isso, dá-me vontade de bater nas pessoas que têm a sorte de ter um cão e não os tratam com o devido respeito e carinho. Todos os animais, tal como as pessoas, precisam de ir ao veterinário. Quer dizer, a grande maioria das pessoas vai ao médico. Mas precisam de tratamentos, vacinas; todos esses cuidados são essenciais para se manterem saudáveis e acompanharem os donos durante muito tempo. 

 

O que vos trago hoje irritou-me mais do que qualquer outra coisa. Estava a chover. Apanhei o autocarro como rotina habitual. De repente ouve-se um telemóvel a tocar. A senhora atendeu e, como achava que a sua vida era tão interessante que merecia ser partilhada com todos, falou num tom demasiado alto. O problema era se alguém já tinha chegado a casa e tinha levado o animal à rua. Até aqui tudo normal. Um senhora preocupada com o seu cão que, provavelmente esteve o dia inteiro sem ir à rua. Achava eu, que era uma situação normal. 

 

Quando desligou a chamada, caiu-me tudo. Primeiro começou a falar sozinha. Nada de novo, portanto. Entre asneiras e palavrões, a senhora estava chateada porque ninguém tinha ido com o pobre do animal à rua e que tinha que ser ela a fazê-lo depois de um dia de trabalho. Mas ainda teve o desplante de dizer "se tiver a chover, nem sequer vem". 

 

Como? Eu não devo ter ouvido bem. Devia estar com problemas auditivos, de certeza. Olhe minha estimada atrasada senhora, se não quer ter trabalho a cuidar do cão, incluindo vir com ele à rua, não o tinha. É que é tão simples quanto isto. Gosta da companhia do seu cão ou só o tem porque a maioria dos seus vizinhos também tem um? Um cão, ou outro animal qualquer, não é um brinquedo. Se quer um, compre um peluche 

 

beijinhos **

Já sabem que estamos no facebook e no instagram!

6 comentários

Comentar post

Descobre mais aqui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

On Instagram

On Blogging

blogging.pt

On Bloglovin

Follow

Links

  •