Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

de costas pr'ó mar

por Mariana Sofia

por Mariana Sofia

de costas pr'ó mar

14
Jul17

Summer time #3

MariSofia

Porque verão não é só praia, aproveitamos mais um dia encoberto para passear. Desta vez, fomos aproveitar os museus e palácios gratuitos ao domingo, das 10h às 14h30. E, o primeiro escolhido foi o Palácio Nacional da Ajuda. Podem deslocar-se de carro, porque tem estacionamento gratuito nas imediações. Ou de transportes públicos, apanhando o autocarro 760, no Terreiro do Paço. Ou até o elétrico. 

 

A visita foi livre. Em cada sala há uma pequena descrição do espaço, para que era utilizado e algum do mobiliário mais importante. Existem ainda guias que nos indicam qual a próxima sala a ser visitada, para que nada dos escape. Está tudo preservado de tal forma que parece novo. Algumas peças, como os sofás e as cortinas já dão de si, com tanto tempo. As pinturas que cobrem a maioria das paredes e os tetos são de uma beleza fora do comum, fazendo-nos imaginar o estilo de vida que na altura era característico dos mais abastados. A arquitetura característica do Palácio varia entre o Barroco e o Neoclássico, sendo este último estilo o mais presente.

IMG_7404.JPG

IMG_7406.JPG

IMG_7410.JPG

IMG_7414.JPG

IMG_7437.JPG

Para além das diversas Salas de Despacho, onde eram recibos os convidados ou os oficiais do estado, e onde eram tratados os assuntos oficiais, mais salas de diversão e tempos livres existiam na época. O Jardim de Inverno era utilizado para comemorações de aniversários, por exemplo. A rainha dormia no seu Quarto de Cama, e ainda tinha ao seu dispor um Quarto Cor-de-Rosa e um quarto de vestir. A Sala de Jantar tinha uma mesa enorme e decorada com toda a pompa e circunstância. A Sala da Música, a Sala Verde ou a Sala Mármore também podem ser visitadas no Piso Térreo

IMG_7447.JPG

IMG_7449.JPG

IMG_7450.JPG

IMG_7458.JPG

IMG_7460.JPG

IMG_7462.JPG

IMG_7463.JPG

IMG_7473.JPG

IMG_7477.JPG

IMG_7480.JPG

IMG_7501.JPG

No segundo andar, ou Andar Nobre, podemos encontrar as salas onde se realizavam as receções de gala. É aqui que podemos visitar o Quarto de Cama do Rei, o Gabinete de Trabalho do Rei, a Sala do Trono ou a Sala dos Grandes Jantares. Para além disso, o Palácio é ainda o palco das cerimónias protocolares de representação do Estado. 

IMG_7529.JPG

IMG_7537.JPG

IMG_7542.JPG

IMG_7547.JPG

Como o dia ainda ia a meio, fomos almoçar ao 'Pão Pão, Queijo Queijo', que recomendo para refeições rápidas, bem servidas e super baratas. Numa só sandes podem pôr quantos ingredientes quiserem, e o preço é o mesmo. Da parte da tarde, o passeio foi outro!

 

Hoje também estamos no blog Reticências, com a querida Daniela  

beijinhos **

Não se esqueçam que estamos no instagram, facebook e bloglovin'.

Podem ainda escrever-me para o email que se encontrar do lado esquerdo 

13
Jul17

Vamos viajar?

MariSofia

Gostos não se discutem, bem sei. E no que toca às férias, menos ainda. Cada um sabe muito bem quais as terras, países ou cidades que ambiciona explorar. Sabemos bem o que queremos ver, onde vamos ficar e onde iremos comer. Mas, na prática, será mesmo assim?

 

Quanto a mim, sou uma indecisa no que toca à escolha do local que quero descobrir, seja por 1, 3, 7 ou mais dias. São muitos os locais que quero conhecer, mas mais ainda são as limitações que tenho. Por isso, há que reunir uma lista do que fazer antes de escolher o nosso destino.

f7c2a8599152d7792080565af6c3f5b9.jpg

* Viajar sozinha ou acompanhada? Gosto de viajar acompanhada, mesmo nunca tendo viajado sozinha. Se for com as pessoas certas, será uma viagem fantástica. Quando vamos com amigos, devemos ter todos os mesmos objetivos de viagem: acordar à mesma hora, aproveitar ao máximo os dias que temos, e querer ver os mesmos pontos turísticos. 

 

* Fora ou dentro de Portugal? Gosto de conhecer os recantos e encantos do meu país. Como também gosto de ir à descoberta de novos países e cidades. Procurem no Momondo, que é muito bom, tanto em voos como em hotéis. Passem nas livrarias e vão ao encontro daqueles livros das cidades e das cidades, têm lá toda a informação necessária para se decidirem. 

 

* Carro, comboio ou avião? Carro para quando se viaja dentro do pais e há estacionamento fácil. Avião para quando vamos para fora. Os voos low cost ajudam-nos imenso neste ponto, com preços bastante acessíveis. Os restantes percursos devem ser feitos de transportes públicos, que nos levam a qualquer local (menos em Lisboa!). Comboio, nunca mais. Fui para Castelo Branco de comboio e fui a viagem inteira a achar que aquilo se ia desmembrar tudo (temi pela vida, juro!).

 

* Poupar dinheiro. Viajar dentro e fora do país sai caro. Porque comemos fora. Porque vamos ver coisas giras, mas que se pagam. Porque queremos sempre trazer lembranças e, muitas das vezes, não são baratas. E, ainda antes mesmo de se escolher o destino, começar a poupar dinheiro é meio caminho andado para ir de férias. 

 

Agora, só falta mesmo escolher o destino e fazer a mala! Vamos a isso?

beijinhos **

Não se esqueçam que estamos no instagram, facebook e bloglovin'.

Podem ainda escrever-me para o email que se encontrar do lado esquerdo 

12
Jul17

A good place to eat | Nicolau Lisboa

MariSofia

Gosto de sítios giros. E acolhedores. Gosto de sítios com um bom ambiente. E com luz natural. Gosto de sítios simpáticos. E com um menu variado. Gosto de descobrir sítios novos. Porque gosto de ser surpreendida. 

 

O Nicolau Lisboa é assim, e eu gostei dele. Localiza-se na Baixa Lisboeta, na Rua de São Nicolau, 17. O espaço é médio, com mesas para dois e mesas para grupos, no interior. Tem ainda uma esplanada e um sofá na ombreira das janelas. A decoração é perfeita, e vai de encontro aos clientes que frequentam este espaço. Entramos num ambiente juvenil, com a iluminação ambiente, e música suave. 

nicolau_lisboa_brunch_lisboa_soulmate_serendipity_ 

IMG_7167.JPG

IMG_7168.JPG

IMG_7172.JPG

Nas mesas podemos encontrar uma nota informativa, que nos indica que os ingredientes são frescos e não existem pratos pré-confecionados. O tempo de espera é mais do que o normal, mas ainda bem. Temos acesso ao bar, onde são preparados a maioria dos pedidos. O atendimento é simpático e eficaz. O menu é vasto e muito apelativo.

IMG_7164.JPG

IMG_7175.JPG

Tosta mista e limonada da casa

Pão de mistura, queijo, fiambre de frango ou peru (a fome era tanta que não consegui distinguir, ups). Estava ótima! O queijo derretido e a sair 'borda fora'. Ai, há tanto tempo que não cometia um pecado tão delicioso! A limonada era azeda, e faltava-lhe alma.

 

As panquecas ainda chamaram por mim, mas já não cabia nem mais uma migalha. Pena, fica para a próxima!

beijinhos **

Não se esqueçam que estamos no instagram, facebook e bloglovin'.

Podem ainda escrever-me para o email que se encontrar do lado esquerdo 

11
Jul17

Summer time #2

MariSofia

Porque verão não é só praia. Porque o verão tem dias menos solarengos. E porque gostamos de passear e descobrir o que está perto de nós, fomos até Cascais. A Vila de Cascais tem tios e tias. Primos e primas. Turistas e restaurantes em cada virar de esquina. Cascais tem as casas mais bonitas e diferentes de todas. 

 

A Vila de Cascais tem pontos turísticos. A Torre de Santo António de Cascais. A Fortaleza de Nossa Senhora da Luz. Tem ainda o Palácio da Cidadela de Cascais. A Boca do Inferno. E as paisagens mais lindas. 

IMG_7061.JPG

IMG_7066.JPG

IMG_7074.JPG

IMG_7092.JPG

IMG_7094.JPG

IMG_7151.JPG

IMG_7152.JPG

IMG_7154.JPG

Fomos até à Torre de Santo António e à Fortaleza de Nossa Senhora da Luz. Desde meados do século XIV, que a vila de Cascais era defendida por um castelo de 7 torres, cuja porta virada para a praia, estava reforçada por um barbacã, ou seja, uma estrutura amuralhada que servia de proteção na entrada. Tudo isto porque até finais do século XV, a Costa era assolada pela pirataria. E, como tal, em 1948, D. JoãoII mandou erguer a Torre de Cascais. Muitas foram as peripécias que aconteceram, e várias foram as remodelações feitas. 

 

Mas, o melhor mesmo é irem lá e descobrirem o que foi feito, como era feito e toda a segurança que outrora existia, em edificações feitas de pedra. A vista do cimo da fortaleza é simplesmente magnífica. 

IMG_7100.JPG

IMG_7108.JPG

IMG_7119.JPG 

IMG_7129.JPG

IMG_7138.JPG

IMG_7143.JPG

beijinhos **

Não se esqueçam que estamos no instagram, facebook e bloglovin'.

Podem ainda escrever-me para o email que se encontrar do lado esquerdo 

10
Jul17

What to wear | Jardineiras

MariSofia

Continuamos numa onda de repescar tudo o que sejam tendências. As coleções primavera-verão voltaram a acolher as jardineiras, como mais um must have. Seja em saia, calções ou calças. Temos jardineiras de todos os feitios, para todos os gostos. 

 

E, como estamos na época dos grandes e fantásticos festivais, uma das melhores peças é mesmo esta. Podemos conjugar com uma parte de cima confortável e básica, florida ou lisa. Ou simplesmente as jardineiras com uma blusa em renda. Umas sapatilhas ou umas sandálias mais clássicas são os melhores aliados deste outfit

0b6af066669c95df612dc9b51e17c7c2.jpg

1f1f07eed292688631a42cfa11970d8e.jpg

6fc017f0cbadf946e019158d816fac9d.jpg

03083f96cc9828002acd0c5f794abfdc.jpg

a8922e5c62922dd767b7c27e7d622d29.jpg

de74ab6f6138c29e852cc5511183febe.jpg

dfb0744e3ce1d33f49d45121b7c13940.jpg

beijinhos **

Não se esqueçam que estamos no instagram, facebook e bloglovin'.

Podem ainda escrever-me para o email que se encontrar do lado esquerdo 

Descobre mais aqui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

On Instagram

On Blogging

blogging.pt

On Bloglovin

Follow

Links

  •