Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

de costas pr'ó mar

por Mariana Sofia

por Mariana Sofia

de costas pr'ó mar

31
Ago17

A arte de poupar

Mariana Sofia

A grande maioria das pessoas já terminou as suas férias, e já regressou à rotina que os acompanhará até ao próximo verão. Há o próximo ano letivo para preparar, caso seja necessário. Há o Natal e todas as grandes despesas que este acarreta. E, poupar algum dinheiro torna-se mais complicado.

 

Cá por casa, somos todos poupadinhos. Quer dizer, eu sou a única que vai poupando e gastando. Lá chegará o tempo em que terei que me preocupar com as grandes despesas. Agora preocupo-me em juntar dinheiro para as minhas superficialidades. Festivais de verão, essencialmente. Prendas de aniversário. Viagens. Cinemas e jantares fora. E, não há ninguém melhor do que a minha querida mãe para me ensinar a poupar dinheiro. Na cozinha é onde se consegue poupar mais dinheiro, diz ela. No resto também, mas é preciso ter os objetivos bem definidos. Poupar dinheiro é mesmo uma arte.

poupar_dinheiro.jpg

* Para os que têm semanadas, gastem apenas em coisas necessárias, como fotocópias. Os trocos podem pô-los de parte. Ou a totalidade, se conseguirem. Se só houver possibilidade para a mesada, podem pôr de parte uma percentagem. 

 

* O pequeno-almoço toma-se em casa. Não quer dizer que não se possa ir de vez em quando. Contudo, a desculpa de já estarem atrasados não serve. Então estão atrasados para tomar o pequeno-almoço em casa, mas já não estão atrasados para pararem no café mais próximo? É apenas uma desculpa.

 

* Aproveitar ao máximo todos os descontos, promoções e vales de desconto, mas apenas se for preciso. Experimentem o AlimentaSorrisos, se consumirem iogurtes da Danone. 

 

* Atenção às promoções ocas, e comprar apenas o essencial. Cumprir escrupulosamente a lista de compras (isto é praticamente impossível, não é?).

 

* As despesas elevadas, como o seguro do carro por exemplo, pode ser repartida por todos os meses do ano. Após pagar o seguro deste ano, dividimos o valor total pelos 12 meses e, pomos de parte o equivalente. No fim, a despesa é paga sem grandes complicações.

 

* Um exemplo na cozinha: quando a fruta se está a estragar e a temos em grande quantidade, podemos congelá-la. Depois, serve para compotas, doces, batidos ou sumos. 

 

beijinhos **

Não se esqueçam que estamos no instagram, facebook e bloglovin'.

6 comentários

Comentar post

Descobre mais aqui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

On Instagram

On Blogging

blogging.pt

On Bloglovin

Follow

Bloggers Squad Portugal

Parcerias