Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

de costas pr'ó mar

Mariana Sofia

11
Jan18

Nem todos os amores crescem.

“O egoísmo traduz-se numa luta de interesses, de opiniões, de desejos dispostos a tudo.”

(André Marques)

Amores_Nunca_Crescem.jpg

Foi este o primeiro livro da parceria com a Chiado Editora. E que misto de emoções. É pequeno, mas não tanto para acharmos que se lê em pouco tempo. Longe disso. É um romance com um final incerto. E um romance diferente de todos os que já li, e ainda bem. Mas é igualmente um romance bastante profundo. Um romance com pontas soltas, que se vão encaixando a cada página que passa.

 

Nem todos os amores crescem. É verdade. Nem sempre os finais são felizes. Muitas vezes, nem sequer existe um final. O amor poderia resumir-se a encontros e desencontros. Obra do acaso, ou do destino. Ou simplesmente resultado da ambição por um estatuto social. Rafael e Beatriz, um casamento pautado pela indiferença e pelo ódio. Pela satisfação sexual e pelo interesse mútuo. É na bebida que se encontra o esquecimento para as más escolhas que se fizeram. É nas traições que se procura a humilhação do outro.

 

Nem todos os amores crescem. Uns estão condenados. Outros vão-se condenando. Por culpa do preconceito, é certo. Mas porque existe sempre um motivo mais forte para se escolher não amar. Há sempre uma desculpa para a fuga. A infância traumatizante de Bruno tornou-o desprovido de afetos. E, mesmo tentado amar André, opta por uma vida facilitada, sem entrar em confronto com o seu pai.

 

Duas histórias de amor que se cruzam. Duas histórias de amor que nos mostram que nem sempre o final é feliz. Duas histórias de amor que nos fazem questionar o verdadeiro sentido de amar. Duas histórias de amor que nos revelam que nem todos os amores crescem. Mas não deixam de ser histórias de amor.

beijinhos **

Não se esqueçam que estamos no instagramfacebook e bloglovin'.

 

(post patrocinado pela Chiado Editora)

2 comentários

Comenta!

Mariana Sofia

On Instagram

Bloggers Squad Portugal

Parcerias

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.