Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

de costas pr'ó mar

Mariana Sofia

30
Nov17

O poder das pequenas coisas.

“Para odiar, as pessoas têm de aprender, e se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar”, Nelson Mandela

pequenas_coisas.jpg

Ruth Jefferson é muito boa naquilo que faz. Ajuda bebés a vir ao mundo. E cuida deles nos seus primeiros dias de vida. Todos os dias surgem casos novos. Uns mais complicados do que outros, mas o profissionalismo faz parte de si. Um dia, é colocado um post-it na ficha de um paciente: “ESTE PACIENTE NÃO DEVE SER TRATADO POR PESSOAL AFRO-AMERICANO”. E tudo teria ficado por aqui, se o bebé não tivesse enfrentado complicações no dia seguinte. Ruth é a única enfermeira por perto. Restam-lhe duas opções: cumprir as ordens que lhe foram dadas, ou intervir. O que acontece depois altera a vida de todos, e a imagem que têm uns dos outros.

 

Porque o preconceito racial está presente no nosso quotidiano. Todos os dias somos confrontados com ele. Pode não nos afetar diretamente, mas ele está lá. E a injustiça também. Principalmente para com as minorias. Sejam étnicas ou não. Está lá tudo, menos a tolerância. Não somos todos pessoas? Temos todos os mesmos direitos e deveres, certo? Depende. Depende das circunstâncias e das pessoas.

 

Quando um livro nos faz chorar, é um bom livro. E foi o que aconteceu. A história tem a capacidade de nos fragmentar a cada página. Somos confrontados com as nossas próprias convicções e valores. Somos levados a questionar tudo o que já questionámos, mas não demos grande importância. Porque, de facto, a questão da cor de pele não é um problema. Pelo menos para aqueles que nunca foram alvo de discriminação. Porque só se torna um problema, quando nos afeta.

beijinhos **

Não se esqueçam que estamos no instagramfacebook e bloglovin'.

4 comentários

Comenta!

Mariana Sofia

On Instagram

Bloggers Squad Portugal

Parcerias

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.