Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

de costas pr'ó mar

Mariana Sofia

15
Fev18

Review // Para a Minha Irmã

book_Jodi.JPG

Abordar temas controversos é complicado. Mas haverão sempre pessoas que se arriscam, e que o fazem com uma simplicidade e sensibilidade perfeitas. Jodi Picoult é uma dessas pessoas, capaz de transferir os acontecimentos mais inesperados e comoventes da vida real para os seus livros. É com os temas polémicos que nos agarra, e fá-lo de uma forma ímpar.

 

A combinação do material genético específico ainda está longe de fazer parte do nosso vocabulário corrente e das nossas preocupações diárias. Porque os assuntos polémicos tendem a tornar-se assuntos tabu. Segue-se a emancipação médica, a melhor solução encontrada por uma criança que ter controlo total sobre o seu corpo. A isto alia-se a rebeldia de um irmão que de tudo fez para salvar a irmã, mas que nunca foi compatível. Por outro lado, estão os pais que, ora de acordo, ora em desacordo, fazem o que acham mais correto para salvar a sua filha, esquecendo-se que ainda têm mais dois filhos. As relações familiares são assim, complexas.

 

E, se antes eu dizia que nunca iria conceber um filho com características genéticas para salvar outro filho, hoje não o faço, e muito menos penso nisso. Porque não sabemos o que nos espera. Não sabemos se seremos compatíveis, se for necessário um transplante de medula. Não sabemos se os nossos filhos serão saudáveis o suficiente. Não sabemos nada, na verdade. E os pais fazem aquilo que têm que fazer pelos filhos. Para os salvar. Se sacrificar um filho em prol do outro é o mais correto? Não sei. Se vale tudo para salvar a vida de um filho? Não sei. Cientificamente temos um leque de possibilidades. E eticamente, vale tudo? Não sei. Nunca saberei.

beijinhos **

Não se esqueçam que estamos no instagramfacebook e bloglovin'. 

6 comentários

Comenta!

Mariana Sofia

On Instagram

Bloggers Squad Portugal

Parcerias

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.