Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

de costas pr'ó mar

por Mariana Sofia

por Mariana Sofia

de costas pr'ó mar

05
Set17

Summer time #7

Mariana Sofia

Foi no passado dia 31 de agosto que rumámos até à Nazaré. Uma vila portuguesa, situada na região Centro. É uma vila magnífica, com as suas ruas cheias de vida e cor. Em cada esquina vê-se uma nazarena vestida a rigor, com as suas sete saias (bom, eu cá não as fui contar, mas acredito na sua palavra!), a oferecerem quartos. O peixe, da lota segue novamente para a praia, onde está a secar.

 

O ascensor da Nazaré é paragem obrigatória, porque nos leva até ao Sítio. Sítio este que nos oferece uma vista magnífica sobre toda a vila. A viagem custa 2,40€, ida e volta. Há uma senhora que vende umas mini-nazarenas que são a recordação mais amorosa que já comprei. E, os resistentes mantém-se na praia, apesar do vento e da brisa gelada que se fazia sentir. As onda gigantes? Não quiserem elas que eu as visse. Não apareceram, estando eu no recinto das maiores ondas do mundo. 

DSC_1596.JPG

DSC_1598.JPG

DSC_1603.JPG 

DSC_1613.JPG

DSC_1649.JPG

DSC_1651.JPG

DSC_1675.JPG

DSC_1681.JPG

DSC_1685.JPG

DSC_1691.JPG

DSC_1700.JPG

DSC_1709.JPG

DSC_1711.JPG

DSC_1719.JPG

DSC_1722.JPG

DSC_1725.JPG

DSC_1730.JPG

DSC_1732.JPG

DSC_1735.JPG

DSC_1737.JPG

DSC_1739.JPG

beijinhos ** 

Não se esqueçam que estamos no instagram, facebook e bloglovin'.

29
Ago17

Viseu, a melhor cidade para se viver

Mariana Sofia

Viseu foi considerada a melhor cidade para se viver. E é mesmo. É a cidade mais limpa e bem cuidada onde já tive a oportunidade de estar. É uma cidade com uma oferta recheada de sítios onde ir, onde comer, onde dormir. É uma cidade com um património e uma história infindável e inigualável. Tem os jardins e parques mais verdes que já vi. O Centro Histórico é lindo, e paragem obrigatória. Tal como a feira mais antiga de Portugal, com já 625 anos: a Feira de São Mateus

 

Viseu é uma cidade digna de ser visitada. E, como a visita foi curtinha, vamos voltar, com mais tempo, para poder desfrutar ainda mais. E, quando lá forem, não se esqueçam de ir comer os tão famosos, e tão deliciosos Viriatos, na Confeitaria Amaral.

DSC_1282.JPG

DSC_1288.JPG

DSC_1289.JPG 

DSC_1292.JPG

DSC_1294.JPG

DSC_1307.JPG

DSC_1313.JPG 

DSC_1329.JPG

DSC_1331.JPG

DSC_1336.JPG

DSC_1349.JPG

DSC_1351.JPG

DSC_1379.JPG

DSC_1401.JPG

beijinhos **

Não se esqueçam que estamos no instagram, facebook e bloglovin'.

22
Ago17

Summer time #6

Mariana Sofia

Tem estado muito calor. Tal como eu gosto. E, porque verão não é praia todos os dias, fomos ser turistas na nossa cidade — Lisboa. Apanhámos o Amarelo 28 (falo do Elétrico 28, para os mais distraídos!), e fomos até ao Castelo de São Jorge. Os residentes no concelho de Lisboa não pagam, mediante a apresentação do cartão de cidadão. Os restantes pagam 8,5€ (o que será um exagero, mas há que conhecer o nosso país!). Ainda há descontos para os idosos e crianças.

 

O Castelo de São Jorge pertence à zona nobre da antiga cidadela medieval (Alcáçova), constituída pelo castelo, pelos vestígios do antigo paço real e ainda de uma parte da área residencial para as elites. A sua construção remonta ao século XI, com o grande objetivo de proteger as grandes elites. 

 

A visita ao Castelo é relativamente rápida. Tem muitas escadas, e os corredores são muito estreitinhos. As alturas são muito grandes (andei o tempo todo com as pernas a tremer, unf). Mas a vista sobre Lisboa é magnífica, e isso compensa qualquer coisa. 

DSC_1161.JPG

DSC_1162.JPG

DSC_1164.JPG

DSC_1165.JPG

DSC_1168.JPG

DSC_1186.JPG

DSC_1187.JPG

DSC_1191.JPG

DSC_1208.JPG

DSC_1210.JPG

DSC_1212.JPG

DSC_1219.JPG

DSC_1223.JPG

DSC_1226.JPG

DSC_1244.JPG

DSC_1245.JPG

DSC_1253.JPG

beijinhos **

Não se esqueçam que estamos no instagram, facebook e bloglovin'.

17
Ago17

Oh não. Tenho que fazer a mala.

Mariana Sofia

Se há coisa que gosto de fazer é viajar. Não interessa para onde, nem porquê. Quem me dera a mim ter dinheiro para viajar, pelo menos, uma vez por ano. Como não tenho (snif, snif), tenho que aproveitar quando consigo juntar algum dinheiro durante o inverno. 

9a77444d2b9a7b8c31039be6dc9e52e6.jpg

E, uma das coisas que mais gosto de fazer quando vou viajar, é a mala. Não me perguntem porquê. Porque eu não sei. Gosto de toda a mística que envolve, principalmente quando a mala já está cheia e ainda temos a roupa toda em cima da cama. 

 

Preparar uma mala não tem qualquer ciência, mas existem alguns truques que nos permitem colocar todo um roupeiro, e às vezes até a casa, dentro da mesma. Estou a brincar. A tarefa torna-se mais fácil se levarmos apenas o essencial. 

 

* Listas. Não, eu não sou a maluquinha das listas. Elas são importantes porque é nelas que apontamos tudo aquilo que precisamos de levar. Corremos menos riscos de nos esquecermos de alguma coisa. 

 

* Peças de roupa confortáveis e fáceis de combinar. As calças e calções podem ser dobrados em rolinhos, assim como todas as peças que não se amarrotem. As peças de roupa mais delicadas devem ir ao de cima. 

 

* Os biquínis todos num canto. A lingerie na bolsa mais pequena/estreita da mala. As meias são tapa buracos. 

 

* O calçado, se possível, deve ir num saco à parte. Se não der, dentro de uma saco, numa das extremidades da mala.

beijinhos **

Não se esqueçam que estamos no instagram, facebook e bloglovin'.

15
Ago17

Fugi de Lisboa. Fui pró Sol da Caparica.

Mariana Sofia

Nos últimos dias andei um bocadinho ausente. Por uma boa razão:'De Lisboa vou fugir, Vou pró Sol da Caparica'. E, gostei tanto que já penso nos dias 16, 17, 18 e 19 de agosto de 2018. E, hoje vou contar-vos tudo sobre a minha primeira vez num festival de verão. 

Sol_Caparica.jpg

(imagem retirada do site oficial)

* Organização

Toda a organização do festival está de parabéns. Apesar de (ainda) não ter termo de comparação, achei que estava que estava tudo nos trinques no que toca à organização. Os dias 10, 11, 12 e 13 de agosto foram escolhidos a dedo. Esteve um tempo maravilhoso, apesar das noites frias. O recinto é enorme, permitindo a circulação sem grande dificuldade, fora da zona dos concertos. Havia diversos paramédicos equipados com o necessário para socorrer em caso de eventualidades. Tal como cantoneiros de limpeza, que estavam frequentemente a apanhar os copos do chão (não pela falta de caixotes, que até eram bastantes) e a mudar os sacos do lixo.

 

* Horários

As portas do recinto abriram às 16h. Os concertos eram divididos em dois palcos, começando às 18h e terminando às 02h. Achámos que ir logo às 16h seria cedo demais. Mas agora que terminou, teria valido a pena ir cedo para poder ver tudo o que o recinto tinha para nos oferecer. Para o ano já sabemos. 

Uma sugestão: divulguem os horários dos concertos com mais tempo de antecedência. É útil para quem está indeciso na compra de bilhete. E ajuda na organização. 

 

* Restauração

Mais ofertas houvesse, mais tempo demoraríamos a escolher onde comer. Desde pizzas, hambúrgueres, crepes, noodles, a comida saudável e vegetariana. As bebidas eram as mais diversas, e caras também. Mas isso já estamos fartos de saber. Podemos entrar com água, mas sempre sem tampa. 

 

* Ofertas

Tínhamos uma vasta oferta de atividades culturais e desportivas. Surf, provas de skate, arte urbana, dança e exposições. Um anfiteatro. Havia bebedouros próprios, com água de Almada. Ofereciam-nos copos. Lenços de festivaleiros. Já o chapéu tive que o pagar. Mas até veio com uma t-shirt. Ainda fiz uma tatuagem, à pala. Fotografias e cenários para fotografias, sem mais não. 

 

* Concertos

3 palcos. 11 horas de música. + de 30 artistas. Música 100% portuguesa. Artistas para todos os gostos. A Mariza proporcionou um momento único. Até arrepiava. Os HMB fizeram-me dançar e cantar. O Djodje encantou. E os Xutos e Pontapés foram exemplares, mas nada de WOW. O Luís Represas deixou-me rendida. E o Matias Damásio deixou o público 'Louco'. Os restantes foram igualmente maravilhosos, tenho a certeza.

 

Já estou pronta para fugir novamente de Lisboa 

beijinhos **

Não se esqueçam que estamos no instagram, facebook e bloglovin'.

Descobre mais aqui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

On Instagram

On Blogging

blogging.pt

On Bloglovin

Follow

Bloggers Squad Portugal

Parcerias