Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

de costas pr'ó mar

Mariana Sofia

29.05.19

Ground Burger

Não há outra forma de dizer isto. Não há sequer maneira de tentar apaziguar aquilo que se sente quando se come o melhor hambúrguer de Lisboa. E não, não estou a exagerar! Já andava há demasiado tempo para ir ao encontro destes hambúrgueres; descobri-os uma vez, como que um chamamento divino, no Instagram, e não demorei muito tempo para perceber que precisava de os experimentar. Adiante que já se faz (...)
23.05.19

Uma mão cheia de verbos.

Sujeito. Predicado. E complementos. Agora também temos os modificadores. E os nomes estranhos que foram substituindo, baralhando e tornando ainda mais complexa aquela que é a análise sintática de uma simples frase. Mas, independentemente disso, o mais importante é o verbo. Ou o predicado. Sempre foi. É a substância da frase e a essência da ação.   Em mais um dos vários debates de ideias que tenho com o meu pai, ele perguntou-me se eu gostava assim tanto de gastar dinheiro. E (...)
21.05.19

O regresso do Porto por Costa Nova

O regresso do Porto fez-se por Costa Nova. E ainda demos um pulinho, bem curto, até Aveiro. Andávamos à procura das casas às riscas. Giras, giras, giras. Todas as cores são diferentes, e não me lembro de ter visto a mesma cor numa casa logo a seguir à outra. Umas estão aptas para um disparo de uma das muitas máquinas que vão ao seu encontro. Outras nem tanto. Umas tinham a porta aberta. Outras são apenas cenário para fotografia ou para uns dias de descanso, nas férias. A (...)
16.05.19

Review // A Bibliotecária de Auschwitz

Este não é o primeiro livro que leio sobre esta realidade histórica que faz parte da humanidade. Todos eles focam o Holocausto e todas as barbaridades e atrocidades cometidas contra raças que não fossem a raça ariana. Todos eles nos contam o que era vivido dentro das barreiras de arame farpado eletrificado, com mais ou menos ficção à mistura. Todos eles nos contam a história sob um ponto de vista diferente.   Uma narrativa histórica baseada em facto reais que nos conta como (...)
14.05.19

Porto, dia 02

A casa onde ficámos alojados tem a localização perfeita. Mesmo no centro histórico do Porto, o que nos permitiu uma deslocação facilitada para os pontos turísticos que queríamos mesmo visitar e algumas ruas mais escondidas que também tiveram lugar no nosso roteiro. Mas, estar mesmo ao pé dos Clérigos, a uma sexta feira à noite, tendo uma pontaria certeira no início da Semana Académica do Porto, permitiu-nos poucas ou nenhumas horas de sono. Aquela malta tem energia {e umas (...)