Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

de costas pr'ó mar

Mariana Sofia

Qua | 20.12.17

Conduzir complica-me com o sistema nervoso.

Conduzir é uma arte. Ter paciência enquanto se está ao volante, é uma verdadeira proeza. E não ter um ataque nervoso, sair do carro e esmurrar as pessoas, é obra divina.

Nervos|Condução.jpg

Sou uma novata nesta arte de conduzir. Tenho a carta há quase 1 ano e cada vez que pego no carro, tenho que mascar uma pastilha. Porquê? Porque sou muito stressada. Principalmente com as abéculas que circulam ao meu lado, à minha frente e atrás de mim. Porque se todos cumprissem o código da estrada e as regras de boa educação, conduzir era uma cena tão mais descontraída.

 

* O pisca que fica sempre em casa. Eu não percebo, a sério que não. Nas minhas aulas de condução estava sempre a ouvir “olha o pisca”, “e o pisca não se fez porquê” ou até “não te esqueceste de nada?”. Queridos condutores que comigo partilham as estradas portuguesas, custa-vos muito assinalarem a mudança de direção? Eu não adivinho o futuro, logo não faço ideia de que querem ir para a direita ou para a esquerda.

 

* As rotundas que são feitas de qualquer maneira. As rotundas deveriam ter todas sinais. E mesmo assim, não resolvia grande coisa. Eu gostava de perceber o que passa pela cabeça dos iluminados idiotas que fazem uma rotunda inteira pela direita quando vão sair na 3ª saída, por exemplo. Ou até daqueles que estão na faixa da esquerda e atravessam-se à frente de todos os carros, ou até camiões de tir, para saírem da rotunda. Estão definitivamente à espera de levar com alguém em cima.

 

* Os que andam sempre com frio e, por isso passam a vida a chegar-se à nossa traseira. Esta situação dá-me imenso gozo, confesso. Lamento, mas quando estão com pressa, não adianta colarem-se ao cu do meu carro. Só vou andar mais devagar. Só não travo, porque o carro é novo. Se têm assim tanta pressa, saírem de casa mais cedo é um boa opção.

 

* Os que não sabem o que é a esquerda e o que é a direita. Esta é a menos grave. Porque apesar de não saberem diferenciar a esquerda e a direita, ainda fazem o pisca. Ainda assim, não consigo deixar de ficar confusa. Se querem ir para a direita, porque é que fazem pisca para a esquerda? Não consigo perceber.

 

Não me digam que sou uma incompreendida, por favor. Eu tenho medo de andar na estrada, enquanto condutora. Não é de mim. É dos outros. Eu sei que todos cometemos asneiras, mas há erros muito graves que podem custar vidas. Não somos gatos, logo não temos 7 vidas.

beijinhos **

Não se esqueçam que estamos no instagramfacebook e bloglovin'.

10 comentários

Comentar post