Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

de costas pr'ó mar

Mariana Sofia

Sab | 28.07.18

n.º 49, a semana em fotografias

Foi ontem que deixámos Armação de Pêra. Foi ontem que regressámos a Lisboa, e às rotinas. É bom estar de volta, mas seria muito melhor ter continuado por terras algarvias. Porque o que é bom, acaba depressa. E sabe sempre a pouco. Mas, o verão ainda está longe de acabar.

semana_fotografias.jpg

Sexta – O dia que antecede as férias é sempre uma azáfama. Entre as malas para fazer, os biquínis para escolher e toda a tralha que é necessária levar, fomos fazer a manutenção de gel. Ficaram leves e giras, bem ao meu gosto.

 

Sábado – Armação de Pêra foi o destino paradisíaco que escolhemos para este ano. Chegámos cedo para poder aproveitar tudo ao máximo. O almoço foi n’ O Davi que já tão bem conhecemos. E o alojamento foi o mesmo do ano passado: o Camping de Armação de Pêra.

 

Domingo – E se a primeira noite é para repor todas as energias desperdiçadas na viagem, a segunda é para ir comer um mega crepe com uma bola de Snickers. O Pai Pinguim também já é nosso conhecido, e não desilude.

 

Segunda – Armação de Pêra tem uma beleza única. As praias são naturalmente bonitas, e nunca estão iguais de um ano para o outro. Ainda não sabemos se foram as arribas que cederam, se foram deitadas abaixo conscientemente. Mas nem por isso deixou de ser a minha praia favorita.

 

Terça – Bem sabem que gosto muito de bolas de Berlim. E bem sabem que só as como na praia. Sempre que possível, a primeira bola de Berlim do ano é comida em terras algarvias. E este ano não foi exceção. Descobrimos uma padaria/pastelaria mesmo ao pé da praia, o Pão da Avó, que tem as melhores bolas de Berlim de Armação de Pêra, a 0,65€.

 

Quarta – Esta é provavelmente a única altura do ano em que não reclamo muito para comer peixe. O peixe de mar tem um gosto completamente diferente. E quando é comprado diretamente ao pescador, melhor ainda. Não foi o caso, a maioria deste peixe já está vendido aos restaurantes.

 

Quinta – O que é bom acaba demasiado depressa. E sabe sempre a pouco. O último dia de praia teve direito a tudo. Foi o dia mais quente, com a noite mais agradável. E um até já bem lamechas, como só eu sei fazer.

beijinhos **

Não se esqueçam que estamos no instagramfacebook e bloglovin'.

1 comentário

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.