Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

de costas pr'ó mar

Mariana Sofia

Sex | 15.06.18

n.º 43, a semana em fotografias

A reta final é a mais complicada de todas. Não há tempo para tudo. E, por muito que se queria ir adiantado ao máximo todos os trabalhos, há sempre algum que se deixa de parte, porque a data de entrega é a mais afastada de todas as outras. Está tudo em andamento, mas sob uma pressão excessiva. Até que lido bem com ela, mas tira-me as horas de sono tranquilas a que estou habituada. Ainda assim, nos intervalos dos cabelos em pé, nada como passear, descobri e viver. Foi uma semana cheia de coisas boas!

semana_fotografias.jpg

 

Sexta – Lisboa, menina e moça. Nunca me canso da minha cidade preferida. E esta época festiva dos Santos Populares deixa Lisboa com mais encanto. É o cheiro à sardinha assada, à bifana no pão. É o manjerico. E o Santo António. Só falta mesmo o sol. E o calor.

 

Sábado – O São Pedro brindou-nos com alguns raios de sol. Os Jardins de Queluz estavam abertos ao público, de forma gratuita. E eu fui recarregar energias. E recordar com Roma, com muito carinho.

 

Domingo – Bem sei que ainda não estamos no verão. E que está difícil o seu aparecimento. No entanto, tal não quer dizer que não possamos chamar o verão, com o belo do petisco. Por mais domingos assim, se não for pedir muito.

 

Segunda – A rotina das caminhadas matinais está on fire. Não consigo ir todos os dias. Ou porque o tempo não o tem permitido. Ou porque tenho outros assuntos importantes a tratar, qual pessoa importante. Mas, a verdade é que também estou na luta pela #missaobiquini2018.

 

Terça – Futilidade do mês: manutenção de gel. E que giras que ficaram. Gosto tanto destes tons neutros.

 

Quarta – Mais um dia, mais uma caminhada matinal. No regresso a casa, somos sempre presenteadas com o aroma suave de rosas selvagens. Estas foram surripiadas de uma pequena horta, e tenho a certeza de que a vizinha não se importou. Para a semana mudamos a rota, e mostro-vos por onde andamos. Promessa de mindinho.

 

Quinta – Com todo o stress dos últimos tempos, a minha pele fica demasiado agredida. As borbulhas dão o ar da sua graça, e a oleosidade teima em não encontrar um equilíbrio. As máscaras faciais não fazem milagres, mas dão uma ajuda preciosa. E esta é das minhas preferidas para um tratamento mais profundo.

beijinhos **

Não se esqueçam que estamos no instagramfacebook e bloglovin'.

 

4 comentários

Comentar post