Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

de costas pr'ó mar

Mariana Sofia

Seg | 23.04.18

Review // Hew Panda, Vamos Fugir?

book_panda.jpg 

Já está terminado mais um livro da parceria com a Chiado Editora. Estava a ganhar pó na mesa de cabeceira, porque entretanto comecei a ler a Saga do Harry Potter. E confesso-vos já que este não foi dos melhores livros que já li. A começar pelo idioma: brasileiro. Não tenho nada contra este idioma que nos é tão próximo, mas duvido que volte a optar por um livro assim. Algumas palavras são completamente desconhecidas para mim, e a referência ao “vou ir” faz-me uma comichão tremenda. Simplesmente porque ninguém “vai ir” a parte alguma.

 

Além disso, toca assuntos que nos são muito próximos e que vão estar sempre na ordem do dia. O problema da bulimia na adolescência, e a busca pelo corpo perfeito. As redes sociais como um escape para a timidez, ou simplesmente um meio de comunicação mais fácil para quem não é muito dado à comunicação com os outros, via face-to-face. E, por isso, as relações baseiam-se muito no amor online, que a meu ver ficou demasiado lamecha. As conversas entre os personagens tinham muito pouco conteúdo, centrando-se na fuga de dois adolescentes para parte incerta. Uma fuga da realidade que não era a que mais desejavam, mas para a qual contribuíam todos os dias.

 

No fim, a mensagem que Ivan Bettencourt nos quer transmitir é a de que o amor não é perfeito, e que não tem que durar para sempre. O amor tem que ser vivido na proporção certa, com a pessoas certa. Uma história de amor com um final incerto, em que ambos seguem caminhos distintos. Será que se vão voltar a encontrar? Existe um segundo livro, mas eu prefiro que esta história de amor tenha terminado assim.

beijinhos **

Não se esqueçam que estamos no instagramfacebook e bloglovin'.

 

(post patrocinado pela Chiado Editora)

6 comentários

Comentar post