Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

de costas pr'ó mar

Mariana Sofia

07.07.19

Bye, junho!

É verdade, junho já lá vai. As festas populares e as saídas noturnas marcaram a chegada oficial daquela que é a melhor estação do ano, o verão. A Feira do Livro já tem sido um bocadinho mais do mesmo, mas é uma tradição. Assim como continuar a comprar livros para ocupar o espaço na estante que já não existe.   E, sem sabermos se vestimos uma camisola de inverno ou uma blusa de verão, se levamos o chapéu de chuva ou os óculos de sol, fomos até às Caldas da Rainha, (...)
18.06.19

Review // V.O.X

Ainda antes de começar a ler este livro pensei naquilo que diria se só tivesse direito a 100 palavras. E quando fechei o livro pela última vez, pensei no mesmo. Mas a verdade é que não quero fazer esse exercício. Porque tenho muito para dizer. Sobre muitas coisas. A meia dúzia de pessoas. 100 palavras por dia não chegariam. Nem de longe, nem de perto.   Só percebemos o valor das coisas quando as perdemos, dizem. V.O.X mostra-nos o poder e o valor que as palavras têm. É um (...)
31.05.19

Bye, maio!

Mais do que qualquer outro mês, maio passou num ápice. Os dias quentes e abafados parece que chegaram e não tencionam retirar-se tão depressa. O que me agrada particularmente. A chegada do verão já se fez anunciar, mesmo que ainda não seja oficial. Os primeiros dias de praia tratam de oficializar o bom tempo. E o pé na areia não deixa margem para dúvidas. Mas a vida não é só praia, por isso, e no intervalo dos dias ótimos, demos um saltinho à World Press Photo - uma (...)
23.05.19

Uma mão cheia de verbos.

Sujeito. Predicado. E complementos. Agora também temos os modificadores. E os nomes estranhos que foram substituindo, baralhando e tornando ainda mais complexa aquela que é a análise sintática de uma simples frase. Mas, independentemente disso, o mais importante é o verbo. Ou o predicado. Sempre foi. É a substância da frase e a essência da ação.   Em mais um dos vários debates de ideias que tenho com o meu pai, ele perguntou-me se eu gostava assim tanto de gastar dinheiro. E (...)
16.05.19

Review // A Bibliotecária de Auschwitz

Este não é o primeiro livro que leio sobre esta realidade histórica que faz parte da humanidade. Todos eles focam o Holocausto e todas as barbaridades e atrocidades cometidas contra raças que não fossem a raça ariana. Todos eles nos contam o que era vivido dentro das barreiras de arame farpado eletrificado, com mais ou menos ficção à mistura. Todos eles nos contam a história sob um ponto de vista diferente.   Uma narrativa histórica baseada em facto reais que nos conta como (...)