Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

de costas pr'ó mar

Mariana Sofia

17.09.18

Review // A Contadora de Histórias

Há livros que nos mostram o principal motivo pelo qual devemos estar gratos todos os dias: a vida. Não é cliché. É mesmo assim. Não vivemos o Holocausto. Não sabemos o que é ter que passar por cima de corpos mortos a tiro. Não sabemos o que é ter que arrancar um dente com uma caneta roubada, só para não corrermos o risco de ir para a pior sala de espera – o hospital – daquele que foi considerado o Anus Mundi, ou Auschwitz como é mais conhecido. Porque mais do que um livro (...)
13.08.18

Review // A Mulher que Sabia Tudo

Por incrível que possa parecer, tenho mais tempo para ler durante o período de aulas, frequências e trabalhos do que nas férias. Há sempre qualquer coisa para fazer, um dia de sol para aproveitar e, por muito que goste de ler na praia, o barulho é uma coisa que incomoda o meu momento de concentração e relaxamento. Por isso, hoje falo-vos de um livro que já estava a ganhar pó, tal não era o tempo excessivo em cima da mesa de cabeceira. Um romance policial de Santos Costa, cuja (...)
11.07.18

Review // O Fabricante de Bonecas de Cracóvia

Mais um livro sobre o Holocausto, e sobre o que foi o terror nazi. Mais um livro que nos mostra as atrocidades e desumanidades cometidas contra milhares de inocentes. Mais um livro que nos mostra a aversão e a repugnância perante uma raça. Mais um livro que, sob uma perspetiva diferente, nos mostra que muitos foram os que não conseguiram escapar à barbárie, acreditando sempre que os seus filhos, pais, netos, irmãos, tios e primos iriam conseguir sobreviver. É um livro que demostra (...)
23.05.18

Review // O Silêncio

Começo com uma dúvida existencial. Quando, depois de lançadas as cartas, se advinha o final, continua a ser um bom livro? Acho que sim. E nem por ter adivinhado o desfecho, deixei de achar que estava construído um crime, sob um argumento bem pensado. E Fiona Barton conseguiu prender a minha atenção, do início ao fim, sem nunca me sentir perdida no meio do enredo. Um bebé sepultado numa antiga casa de classe média em Londres é o início de qualquer coisa, e o fim de tudo. Porque (...)
23.04.18

Review // Hew Panda, Vamos Fugir?

 Já está terminado mais um livro da parceria com a Chiado Editora. Estava a ganhar pó na mesa de cabeceira, porque entretanto comecei a ler a Saga do Harry Potter. E confesso-vos já que este não foi dos melhores livros que já li. A começar pelo idioma: brasileiro. Não tenho nada contra este idioma que nos é tão próximo, mas duvido que volte a optar por um livro assim. Algumas palavras são completamente desconhecidas para mim, e a referência ao “vou ir” faz-me uma (...)